top of page
  • Foto do escritorTraddutz

Traduzindo cartas de recomendação: o que é bom saber


Se você chegou até este post, possivelmente está procurando emprego em uma empresa estrangeira, uma multinacional ou concorrendo a uma vaga ou uma bolsa em alguma universidade fora do Brasil.


Seja qual for o seu caso, é bem provável que você precise enviar uma carta de recomendação, (em inglês, recommendation letter), um documento em que um colega profissional, empregador ou professor destaca suas qualidades e recomenda você para a vaga de estudos ou de trabalho.


Outro documento bastante solicitado em casos assim são as cartas de apresentação (em inglês, cover letters), em que você mesma resume suas habilidades e explica suas motivações para a vaga a que concorre. Geralmente, a carta de apresentação acompanha o seu currículo e é uma ótima forma de explicar mais sobre você do que o CV sozinho faz.



Braços de pessoa branca e gênero indistinto seguram cartaz preto com as palavras Work Abroad (trabalhe no exterior, em inglês) com um céu azulado ao fundo; a palavra Work está redigida em vermelho e a palavra Abroad, em branco.
Não perca a oportunidade de trabalhar no exterior!

Certamente você e a pessoa a quem você vai pedir a carta de recomendação conhecem bem as características que valem a pena estar no documento. Mas para ter sua carta de recomendação ou de apresentação em outro idioma, uma boa ideia é contratar um tradutor profissional.


Mesmo que você já esteja se familiarizando com a língua do país para o qual planeja se mudar para trabalhar ou estudar ou se já a domina, contar com uma agência de tradução pode ser a diferença entre fazer bonito e deixar uma impressão ruim, o que pode custar a sua vaga.


Por que contratar um tradutor profissional?

Com uma tradução profissional, feita por uma empresa de tradução com tradutores nativos, como a Traddutz, você terá em mãos um documento redigido por quem entende bem a cultura local e conhece as nuances e os termos técnicos que fazem mais efeito no novo idioma. Com isso, você poderá obter resultados melhores ao se candidatar.


Imagem mostra parte do globo terrestre com as principais atrações de cada um dos países, como o Cristo Redentor no Brasil, a Estátua da Liberdade nos Estados Unidos, A Torre Eiffel na França, a Torre de Pisa na Itália, o Big Ben no Reino Unido, pirâmides maias no México, pirâmides do Egito, o Taj Mahal na Índia, entre outros. Há ainda aviões e helicópteros sobrevoando os países
Estudar em outro país pode ser uma experiência muito enriquecedora, pessoal e profissionalmente

Com o auxílio de uma agência de tradução, o conteúdo da sua carta fugirá do literal, enriquecendo o documento e ressaltando as suas habilidades e qualidades com o uso da linguagem mais adequada para que elas sejam corretamente compreendidas pelo profissional estrangeiro responsável por avaliar o seu perfil.


Tradução automática: desvantagens

Uma das discussões correntes é sobre o uso de tradutores automáticos, amplamente disponíveis, para fazer o trabalho por você. Embora programas mais sofisticados e pagos estejam cada vez melhores nessa tarefa, especialmente com a ajuda da Inteligência Artificial, eles ainda têm dificuldades em entender o contexto e entregar um bom resultado.


O pior, nesses casos, é que provavelmente você nem notará que a tradução automática está abaixo do desejado, o que pode ser prejudicial para a sua carreira acadêmica ou profissional.


Confidencialidade

Uma das preocupações de quem prefere fazer a tradução de cartas de recomendação de forma independente é com o tratamento adequado dos dados confidenciais ou sensíveis.


Uma boa empresa de tradução, entretanto, dará a você todas as garantias para manter em absoluto sigilo os seus dados e documentos. Uma delas é a assinatura de um simples termo de confidencialidade e sigilo, que protege você e suas informações.


To whom it may concern

A propósito da foto lá no alto: embora seja largamente utilizada em cartas de apresentação e de recomendação, a expressão "To whom it may concern" (equivalente ao nosso "A quem interessar possa") só deve ser usada se você se dirigir a alguém de quem não sabe o nome ou quando o documento é enviado a várias pessoas.


Para os casos em que você sabe quem vai receber a carta, o melhor é usar o sobrenome (lembre-se sempre de usar a vírgula do vocativo!) Alguns exemplos:


Dear Mr. Johnson,
Dear Mrs. Smith,

Precisa traduzir a sua carta de recomendação ou de apresentação? Conte com a Traddutz! Peça hoje mesmo seu orçamento sem compromisso. Somos rigorosos com os prazos, oferecemos valores justos, textos refinados e serviço humanizado.

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page