top of page
  • Foto do escritorTraddutz

Quais organizações adotam o português como idioma oficial?

Atualizado: 26 de mar. de 2023


Países da CPLP: Brasil, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Timor Leste (que aderiu em 2002), Moçambique, Portugal, Guiné-Bissau e Angola; mais tarde, Guiné Equatorial também aderiu ao bloco

Uma das línguas mais usadas ao redor do mundo, o português é também o idioma oficial de organismos e entidades globais, além de ser a língua oficial adotada pelas nações que compõem a CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa).


A CPLP foi criada em 17 de julho de 1996 por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe. O Timor Leste aderiu em 2002, após conquistar sua independência, e a Guiné Equatorial, em 2014. Ao todo, a população desses países soma cerca de 300 milhões de pessoas.


O grupo surgiu para fortalecer o idioma e criar mais cooperação entre os países. Embora tenha sido criado em 1996, a ideia vinha de bem antes: em 1983, o então ministro de Relações Exteriores de Portugal, Jaime Gama, propôs encontros anuais dos representantes dos países de língua portuguesa, de forma a aproximá-los.


Como desdobramento da CPLP, em 2002 foi criado o Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), responsável pela gestão comum da LP. Uma das iniciativa é o Vocabulário Ortográfico Comum (VOC), que deu origem às reformas da década passada que aproximaram o português europeu e o brasileiro. O IILP tem sede em Praia, capital de Cabo Verde.


Organismos globais

O português é também o idioma oficial da Anistia Internacional e da Cruz Vermelha, duas importantes entidades globais de direitos humanos e ajuda humanitária. No caso da Anistia Internacional, além do português são idiomas oficiais árabe, espanhol, francês e inglês. A Cruz Vermelha, além do português e desses todos, também adota alemão e russo. São entidades que reconhecem a importância da tradução profissional para suas atividades.


A União Europeia (UE), da qual Portugal faz parte, também adota, por isso, o português como idioma oficial. Criada com apenas 4 línguas oficiais, a UE hoje tem 24, que cobrem as nações abrigadas sob seu guarda-chuva: alemão, búlgaro, checo, croata, dinamarquês, eslovaco, esloveno, espanhol, estoniano, finlandês, francês, grego, holandês, húngaro, inglês,

irlandês, italiano, letão, lituano, maltês, polonês, português, romeno e sueco.


Ufa! Imagine só o tamanho da logística e da equipe de tradutores para que a comunicação em todos esses idiomas ocorra corretamente! Uma curiosidade interessante é que, apesar de a UE ter todos esses idiomas oficiais, a região tem mais de 60 línguas nativas regionais ou minoritárias.

Futebol, cultura e economia

Também adotam o português como idioma oficial a Fifa (além de alemão, árabe, espanhol, francês, inglês e russo); a União Latina (ao lado de catalão, espanhol, francês, italiano e romeno); e a Organização dos Estados Ibero-Americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI), que também adota o espanhol.​


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page